Make your own free website on Tripod.com

 

Inspirada na dissertação intitulada "A IMAGEM DAS PRAÇAS DE ILHÉUS-BAHIA: uma contribuição para a Educação Patrimonial e para o Turismo Cultural" (Mestrado em Cultura e Turismo - [UESC, Ilhéus-BA.]), nos trabalhos monográficos "O CARTÃO-POSTAL: uma teoria de interpretação do espaço" (Graduação em Geografia - [UESC, Ilhéus-BA.]) e "ESTUDO COMPARATIVO DE IMAGENS FOTOGRÁFICAS DE PRAÇAS ILHEENSES: uma contribuição para a Educação Geoambiental" (Especialização em Educação Geoambiental - [FacSul, Itabuna-BA.]), esta página busca apresentar eletronicamente o assunto, de modo que  a imagem fotográfica seja entendida, também, como uma forma de representação do espaço, uma fonte de informações que pode se constituir num recurso didático potencializado na transmissão de aspectos socioespaciais, culturais, ambientais e históricos; de fatos e entidades na realidade do lugar que ela representa.

 

"Consideramos que o cartão-postal é, antes de tudo, uma representação a partir do real, um fragmento do espaço em sincronia com o tempo, registrado dentro de uma atmosfera contemplativa à quem se posicionar na condição de receptor"  (SILVA, 2008).

"Dessa forma, podemos afirmar que percepção da paisagem é uma análise pessoal que envolve mecanismos biológicos e psicológicos, que incluem sensações do objeto (a paisagem) sobre o sujeito, passando pela consciência subjetiva e objetiva que se vê. Assim, a percepção da paisagem é um processo de construção cognitiva, resultado de uma experiência vivida do sujeito" (BOMFIM, 2000).
 

IV SEMINÁRIO DE

EDUCAÇÃO GEOAMBIENTAL
Biodiversidade e Consciência Ambiental


Cantai a Deus, cantai louvores ao seu nome; louvai aquele que vai montado sobre os céus,
pois o seu nome é
JAH, e exultai diante dEle. (Salmo 68:4)
© Copyright 2003-2011 .::geoilheus::. Todos os direitos reservados